Sertânia

Eleitores de Sertânia terão que fazer cadastramento biométrico para as eleições 2014

Os eleitores de Sertânia e de outros 52 municípios pernambucanos terão de fazer o recadastramento biométrico em 2013. A medida consta do Provimento nº 15/2012 da Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral (CGE), publicado no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira. O objetivo é habilitar os eleitores dessas cidades a serem identificados pelas impressões digitais já nas eleições de 2014.

O recadastramento integra o Programa de Identificação Biométrica do Eleitor, desenvolvido pela Justiça Eleitoral desde 2007. Em Pernambuco, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já são identificados pelas impressões digitais os eleitores de 12 municípios: Aliança, Caruaru, Catende, Cupira, Fernando de Noronha, Ilha de Itamaracá, Itapissuma, Macaparana, Rio Formoso, Sanharó, Tamandaré e Vicência. Ao todo, já puderam experimentar a nova tecnologia em pleitos oficiais da Justiça Eleitoral mais de 355 mil eleitores dessas cidades.

Os municípios pernambucanos que devem utilizar o sistema biométrico nas próximas eleições são: Afogados de Ingazeira, Água Preta, Altinho, Araçoiaba, Araripina, Arcoverde, Barreiros, Brejão, Brejinho, Cachoeirinha, Camutanga, Canhotinho, Carnaíba, Custódia, Escada, Ferreiros, Garanhuns, Goiana, Ibirajuba, Igarassu, Iguaraci , Ingazeira, Ipojuca, Itaíba, Itambé, Itapetim, Jatobá, Jucati, Jupi, Jurema, Moreilândia, Moreno, Palmares, Paranatama, Petrolândia, Quixaba, Recife, Salgueiro, Santa Terezinha, São Caitano, São Joaquim do Monte, São José da Coroa Grande, São José do Egito, São Vicente Férrer , Serra Talhada, Sertânia, Sirinhaém, Solidão, Tabira, Tacaimbó, Timbaúba, Tuparetama e Xexéu.

De acordo com o TSE, a biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. A medida, ainda segundo o tribunal, torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

Nas Eleições 2012, estavam aptos a serem identificados biometricamente mais de 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios de 24 Estados do País. Apenas os Estados do Amazonas e de Roraima e o Distrito Federal ainda não iniciaram a revisão eleitoral para uso da biometria. A expectativa do TSE é que até 2018 todos os eleitores brasileiros possam votar após serem identificados pelas impressões digitais.

Com informações do site Terra

Deixe seu comentários e compartilhe com seus amigos!