O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Sertânia

Eleitores de Sertânia terão que fazer cadastramento biométrico para as eleições 2014

Os eleitores de Sertânia e de outros 52 municípios pernambucanos terão de fazer o recadastramento biométrico em 2013. A medida consta do Provimento nº 15/2012 da Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral (CGE), publicado no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira. O objetivo é habilitar os eleitores dessas cidades a serem identificados pelas impressões digitais já nas eleições de 2014.

O recadastramento integra o Programa de Identificação Biométrica do Eleitor, desenvolvido pela Justiça Eleitoral desde 2007. Em Pernambuco, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já são identificados pelas impressões digitais os eleitores de 12 municípios: Aliança, Caruaru, Catende, Cupira, Fernando de Noronha, Ilha de Itamaracá, Itapissuma, Macaparana, Rio Formoso, Sanharó, Tamandaré e Vicência. Ao todo, já puderam experimentar a nova tecnologia em pleitos oficiais da Justiça Eleitoral mais de 355 mil eleitores dessas cidades.

Os municípios pernambucanos que devem utilizar o sistema biométrico nas próximas eleições são: Afogados de Ingazeira, Água Preta, Altinho, Araçoiaba, Araripina, Arcoverde, Barreiros, Brejão, Brejinho, Cachoeirinha, Camutanga, Canhotinho, Carnaíba, Custódia, Escada, Ferreiros, Garanhuns, Goiana, Ibirajuba, Igarassu, Iguaraci , Ingazeira, Ipojuca, Itaíba, Itambé, Itapetim, Jatobá, Jucati, Jupi, Jurema, Moreilândia, Moreno, Palmares, Paranatama, Petrolândia, Quixaba, Recife, Salgueiro, Santa Terezinha, São Caitano, São Joaquim do Monte, São José da Coroa Grande, São José do Egito, São Vicente Férrer , Serra Talhada, Sertânia, Sirinhaém, Solidão, Tabira, Tacaimbó, Timbaúba, Tuparetama e Xexéu.

De acordo com o TSE, a biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. A medida, ainda segundo o tribunal, torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

Nas Eleições 2012, estavam aptos a serem identificados biometricamente mais de 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios de 24 Estados do País. Apenas os Estados do Amazonas e de Roraima e o Distrito Federal ainda não iniciaram a revisão eleitoral para uso da biometria. A expectativa do TSE é que até 2018 todos os eleitores brasileiros possam votar após serem identificados pelas impressões digitais.

Com informações do site Terra

Deixe seu comentários e compartilhe com seus amigos!