Publicidadedes

ENERGIA ALTERNATIVA PARA O CAMPO PODE VIR DOS BIODIGESTORES

7 jan 2011

Os biodigestores apresentam a vantagem de, além de tratar o esgoto, gerar um combustível renovável, o biogás – que pode ser utilizado em fogões e para iluminação, substituindo a energia elétrica – e também o efluente, ou o líquido, utilizado na agricultura como fertilizante.
Um novo sistema projetado pela Embrapa Instrumentação Agropecuária, apresenta o biodigestor dotipo anaeróbio, ou seja, funciona na ausência de ar. O diferencial desse biodigestor, se comparado com outros modelos, é que trata, simultaneamente, fezes e urinas humanas e os resíduos de criações de animais.
Segundo o coordenador do projeto, Wilson Lopes da Silva, pesquisador da Embrapa Instrumentação Agropecuária, é crescente o interesse por essa tecnologia. Segundo ele, isso se deve à necessidade de tecnologias viáveis para o tratamento de resíduos orgânicos humanos e animais, visando saneamento básico e ambiental, bem como pela atual crise energética que o mundo atravessa e a consequente busca pela energia limpa e renovável.
O equipamento experimental instalado na Escola Técnica Estadual Astor de Mattos Carvalho, em Cabrália Paulista, São Paulo, foi projetado para tratar até oito metros cúbicos por dia de esgoto, gerando a mesma quantidade de efluente tratado e até 13 metros cúbicos de biogás diariamente, representando uma alternativa para pequenas comunidades rurais que, além de tratarem seus resíduos orgânicos, também promovem a sustentabilidade social, econômica e ambiental dessas áreas.

Deixe seu comentários e compartilhe com seus amigos!

Publicidadedes