Robson

Comerciantes e Feirantes reclamam de caminhão vendendo no centro da cidade

fala_internauta1Recebemos um email de um comerciante pedindo ajuda aos órgãos competentes para resolver o problema de caminhões que param no centro da cidade para realizar vendas e comercializar suas mercadorias livremente. Segundo o email, o problema já foi repassado a prefeitura, sendo que o comércio de Sertânia já gera pouco lucro pela escassez econômica do município, tanto no setor produtivo, como na prestação de serviços e na geração de empregos.

Ainda, segundo email, o caminhão comercializa   de forma irregular, prejudicando a tradicional feira livre de nossa cidade e os comerciantes de frutas em geral, uma vez que são comerciantes de fora e param seu caminhão no centro realizando suas vendas sem despesa alguma, enquanto o sertaniense paga seus impostos, sendo passado para traz.

Alguns comerciantes já procuraram a Prefeitura de Sertânia para solucionar o problema, porém até o momento não deu posicionamento nenhum.  (Setor de fiscalização e tributos da prefeitura de Sertânia façam seu papel e solucionem o problema, a fiscalização acontece na rua, por isso saiam da cadeira em seu gabinete e trabalhem “para cuidar bem do povo”)

Agradecem os feirantes e comerciantes de Sertânia.

Marina cresce em pesquisa e empata com Dilma no primeiro turno, diz Data Folha

dilma-marina-e-aécio

Imagem: Internet

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (29) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) e a candidata Marina Silva (PSB) empatadas no primeiro turno das eleições presidenciais. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, Aécio Neves (PSDB) aparece com 15% das intenções.  A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. Esta é o primeiro levantamento feito após o Debate entre os presidenciáveis na Band no ultimo  dia 26.

Na pesquisa anterior, divulgada no dia 18, Dilma tinha 36% das intenções de voto, Marina, 21%; e Aécio, 20%.

O candidato Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2% das intenções na sondagem divulgada hoje. Os demais candidatos: Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e são também 7% os indecisos.

De acordo com a pesquisa, na simulação de um segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PSB alcançaria 50%, contra 40% da atual presidenta. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma 43%. Já em um confronto entre Dilma e Aécio, o tucano perderia por 48% a 40%. O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Em pesquisa espontânea, quando se pergunta a intenção de voto do eleitor sem mostrar a lista com os nomes dos candidatos, Dilma tem 27% das intenções de voto, Marina chega a 22% e Aécio tem 10%. O número de eleitores indecisos chega a 32% e os que votariam branco ou nulo são 3%.

Dilma tem 35% de rejeição, Pastor Everaldo, 23%; Aécio, 22%; Zé Maria, 18%; Eymael, 17%; Levy Fidelix, 17%; Rui Costa Pimenta, 16%; Luciana Genro, 15%; Marina Silva, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 35% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 39%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 26%. E 1% não soube responder.

O nível de confiança da pesquisa é 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Foram feitas 2.874 entrevistas, ontem (28) e hoje, em 178 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00438/2014.

Com informações da Agencia Brasil

Prefeitura de Sertânia fornece serviços gratuítos à população na feira livre neste sábado

logo da prefeituraA Prefeitura de Sertânia, em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, promove, neste sábado (30), a Feira de Cidadania. O evento será a partir das 7h, no Mercado Público Municipal, localizado na Rua Velha.

Confira os serviços que serão oferecidos à população:

- Segunda via de certidão de nascimento.

- Segunda via de certidão de casamento.

- Carteira de trabalho.

- Fotos 3×4 para carteira de trabalho

- Teste de glicemia

- Aferição de pressão

- Distribuição de preservativos

- Apresentações culturais

- Orientação jurídica

- Orientação ao consumidor

- Atualização do Cadastro Único do Bolsa Família

- Informações sobre a Lei Maria da Penha

Candidato a governo do PE pelo PSB, Paulo Câmara, promete dobrar piso dos professores

Foto: Aluísio Moreira/PSB

Foto: Aluísio Moreira/PSB

Em um ato de campanha realizado na noite dessa quarta-feira (27), no Clube Internacional, no Recife, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) prometeu que, caso seja eleito governador, irá dobrar o piso dos professores estaduais até o final do mandato, em 2018. Hoje, professores de nível técnico, formados em magistério, têm piso de R$ 1.698. Já os professores com formação superior possuem um piso de R$ 1.901.

“Avançamos muito na Educação desde 2007, mas ainda é preciso construir muito mais. Precisamos qualificar mais e remunerar melhor os nossos professores. Nos quatro anos do meu mandato, seremos capazes de dobrar a remuneração da categoria”, prometeu.

“Nos pouco mais de sete anos e meio do Governo Eduardo e João Lyra Neto, nós mais que dobramos essa remuneração. Isso mostra que esse Governo sabe construir, sabe tirar as coisas do papel. Há espaços fiscais para levantarmos esses recursos porque temos hoje um Estado enxuto”, afirmou ainda.

GANHE O MUNDO – Paulo Câmara também prometeu ampliar de 1,6 mil para 3 mil o número de alunos que participam do programa de intercâmbio “Ganhe o Mundo” a cada ano.

Câmara ainda prometeu realizar parcerias com municípios para que cada cidade possua uma escola de ensino integral. O candidato também prometeu criar uma faculdade técnica estadual para formar professores.

Do Blog do Jamildo/NE10

Projeto de lei prevê salário mínimo de R$ 788,06 para 2015

1325445463novosalariominimo2011A partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser R$ 788,06, segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) 2015. Um reajuste de 8,8%. O anúncio foi feito hoje (29) pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente o Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ministra antecipou que o texto prioriza investimentos em saúde, educação combate à pobreza e infraestrutura.

A peça orçamentária traz uma mensagem da presidenta Dilma Rousseff com um diagnóstico sobre a situação econômica do país e suas perspectivas.

Pela Constituição, o prazo de entrega do projeto pelo Executivo termina no dia 31 de agosto. Mas, com a expectativa de conclusão da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define as metas e prioridades da administração pública federal, só na semana que vem, durante o esforço concentrado, o governo se antecipou. A LDO deveria orientar a elaboração da peça orçamentária.

“Coloquei  toda a equipe do Ministério [do Planejamento] à disposição, para os esclarecimentos necessários, para que o Congresso possa fazer uma análise rápida do Orçamento e votá-lo até o fim do ano, prazo que o presidente do Senado [Renan Calheiros], confirmou que é possível fazer”, explicou a ministra.

O Orçamento Geral da União (OGU) é formado pelo orçamento fiscal, da seguridade e pelo orçamento de investimento das empresas estatais federais. A Constituição determina que a proposta seja votada e aprovada até o dia 22 de dezembro.

No projeto de lei, também consta a estimativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5%, no próximo ano.

A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, ficou em 3% (R$ 5,756 trilhões).

O governo estima que o superávit primário para o setor público consolidado será R$ 143,3 bilhões, valor que corresponde a 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Com o abatimentos, o superávit primário vai para R$ 114,7 bilhões, correspondentes a 2% do PIB.

O superávit primário é a poupança para pagar os juros da dívida que o governo seus credores. Na medida em que o país consegue alcançar as metas de superávits primários, tem condições de pagar dividas.

Da Agência Brasil

Brasil ultrapassa os 202 milhões de pessoas

Brasil tem mais de 202 milhões de habitantes, diz IBGE Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Brasil tem mais de 202 milhões de habitantes, diz IBGE Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Brasil tem uma população de 202.768.562 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados hoje (28) no Diário Oficial da União. O estado mais populoso, São Paulo, tem 44,03 milhões de habitantes. Já no estado menos populoso, Roraima, vivem 496,9 mil pessoas.

Os dados do IBGE são estimativas de população no dia 1º de julho de 2014. Além de São Paulo, cinco estados têm mais de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,73 milhões), Rio de Janeiro (16,46 milhões), Bahia (15,13 milhões), Rio Grande do Sul (11,21 milhões) e Paraná (11,08 milhões).

Na lista dos lista de unidades da federação com mais de 5 milhões de pessoas, estão seis estados: Pernambuco (9,28 milhões), Ceará (8,84 milhões), Pará (8,08 milhões), Maranhão (6,85 milhões), Santa Catarina (6,73 milhões) e Goiás (6,52 milhões).

Apenas dois estados têm menos de 1 milhão de habitantes, além de Roraima: Amapá (750,9 mil) e Acre (790,1 mil).

As demais unidades federativas têm as seguintes populações: Paraíba (3,94 milhões), Espírito Santo (3,88 milhões), Amazonas (3,87 milhões), Rio Grande do Norte (3,41 milhões), Alagoas (3,32 milhões), Piauí (3,19 milhões), Mato Grosso (3,22 milhões), Distrito Federal (2,85 milhões), Mato Grosso do Sul (2,62 milhões), Sergipe (2,22 milhões), Rondônia (1,75 milhão) e Tocantins (1,5 milhão).

Da Agência Brasil

Prefeitura de Sertânia da início ao Programa Brasil Alfabetizado 2014

Foto: Divulgação PMS

Foto: Divulgação PMS

O prefeito Guga Lins participou, nesta segunda-feira (25), do lançamento do Programa Brasil Alfabetizado 2014, desenvolvido pela Prefeitura de Sertânia, por meio da Secretaria de Educação, em parceria com o Governo Federal. Durante o evento, realizado, na Escola de Referência de Ensino Médio Olavo Bilac – Eremob, o grupo de dança da escola Dr. Alcides Lopes de Siqueira apresentou o Samba de Coco.

Após a solenidade, teve início a primeira formação para os alfabetizadores e coordenadores da Rede Municipal de Ensino que atuam no Brasil Alfabetizado. Ao todo, são 165 alfabetizadores e 29 coordenadores, responsáveis por consolidar as ações desenvolvidas durante o período de oito meses, ou seja, setembro/2014 a abril/2015.


O Brasil Alfabetizado é um programa realizado pelo Ministério da Educação em parceria com os municípios com o objetivo de contribuir para a universalização do Ensino Fundamental, promovendo apoio a ações de alfabetização de jovens com idade acima de 15 anos e idosos.

alf 2 alf 3 alf 5alf 6 alf 7
DA ASCOM PMS

Grupo Folclórico Elizabeth Freire participa de evento no Rio Grande do Norte

elizabetO Grupo Folclórico Elizabeth Freire, da Escola Municipal de Dança, participou, no último final de semana, do I Festival de Cultura de São Gonçalo do Amarante, município do Rio Grande do Norte.

O evento possibilitou o intercâmbio e a integração entre municípios, estados brasileiros, bem como a preservação, a valorização e a divulgação da arte, da cultura e da tradição dos povos.

O Grupo Folclórico Elizabeth Freire é formado por mais de 20 dançarinos. O grupo apresenta as principais danças do folclore brasileiro, como frevo, maracatu, caboclinho, folguedos juninos, coco de roda, ciranda, pastoril e pau de fita.

Da ASCOM PMS

Em encontro com prefeitos, Dilma diz que é preciso avançar na saúde

Soube avaliação da presidente Dilma!

Soube avaliação da presidente Dilma!

Durante encontro com prefeitos gaúchos, a candidata à reeleição pelo PT,  Dilma Rousseff, disse hoje (23) que é preciso avançar na área de saúde pública. Segundo a candidata, ações do governo federal, como o Programa Mais Médicos, conseguiram resolver problemas do atendimento básico, mas ainda falta melhorar o atendimento especializado.

“Nós ainda temos de dar muitos passos na questão da saúde para criar um sistema de saúde de qualidade. Temos de enfrentar o problema do acesso às especialidades, ao médico do coração, do pulmão, ao endocrinologista”, disse Dilma. “Temos de resolver um problema grave quando as pessoas precisam ter acesso a isso [especialistas] e a exames laboratoriais,” completou.

Segundo a candidata, apesar de o atendimento básico resolver “80% dos problemas de saúde”, é preciso ainda enfrentar outras questões como “a gestão, a construção e o atendimento hospitalar no nosso país”.

Durante o encontro, Dilma destacou que o sucesso de programas sociais como o Bolsa Fasmília só foi possível graças à parceria entre o governo federal e prefeituras. A candidata disse que as administrações municipais ajudam a fiscalizar as condicionalidades do programa como a frequência escolar e a caderneta de vacinação das crianças.

“Em 2003, foi o governo Lula que abriu o diálogo com os prefeitos, eleitos pelo povo, e isso nos iguala e nos irmana. Essa relação republicana se tornou respeitosa, solidária, útil e efetiva para população do nosso país. Essa parceria se tornou a base do sucesso do Bolsa Família, reconhecido pela ONU e outros países em busca de tecnologia social”, afirmou.

Dilma disse ainda que os investimentos em obras de infraestrutura vão fazer com que o país viva um novo ciclo de crescimento econômico. Ela também voltou a afirmar que o Brasil passou pela crise financeira mundial sem desemprego e sem aumentar tarifas. “Nós, estamos, proporcionalmente entre os que mais empregaram no mundo,” declarou. “Nós vamos ter um novo ciclo de crescimento sim. Este ciclo foi plantado agora,” finalizou.

A candidata destacou obras como a Ferrovia Norte-Sul, prometendo expandi-la até o Rio Grande do Sul. Dilma disse ainda que gostaria de inaugurar o metrô de Porto Alegre e outras obras no estado, como a nova ponte do Rio Guaíba e o polo naval. “Quero estar aqui para ver o metrô de Porto Alegre funcionando, a ponte do Guaíba, o polo naval, os estaleiro no porto de Rio Grande, São José do Norte e de Charqueadas,” destacou Dilma que, após o ato, visitou trecho da BR-448, construído em seu governo, onde gravou imagens para a propaganda eleitoral.

Da Agência Brasil

Em caminhada no Recife, Marina pede renovação na política brasileira

marina-e-eduardo-580x386A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, pediu hoje (23) que os eleitores votem pela renovação da política brasileira. Em caminhada na zona norte do Recife, ela defendeu que a campanha seja baseada no debate de propostas, principalmente relacionadas à educação, à saúde e à segurança.

“Queremos que a renovação na política venha do compromisso de ter posições para melhorar a saúde, a educação, a segurança”, declarou Marina, que estava acompanhada pelo candidato a vice, Beto Albuquerque, e pelo candidato do PSB ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara. O evento marcou o primeiro ato de Marina nas ruas desde que ela teve a candidatura à Presidência confirmada pelo PSB.

Segundo Marina, sua campanha se caracterizará pela discussão de ideias, não pelos ataques aos adversários. “Nós queremos o debate, não o embate”, disse. Ela destacou que a educação será prioridade caso seja eleita: “A educação fez a diferença na minha vida. Se a escola for boa para todo mundo, a gente muda a vida do nosso povo.”

A candidata defendeu a união dos brasileiros em torno da manutenção do projeto político de Eduardo Campos, morto num acidente aéreo em Santos no último dia 13. “As coisas verdadeiramente grandiosas precisam ser feitas por todos”, declarou.

Para Marina, a renovação da política depende de uma mudança coletiva de atitude. “Quem ganhará esta eleição não são as velhas estruturas. Quem vai ganhar esta eleição é a nova postura do cidadão brasileiro.”

O indicado a vice-presidente na chapa de Marina, Beto Albuquerque, fez um discurso após a caminhada. Ele destacou que a coligação Unidos pelo Brasil tem como tarefa concluir o caminho da mudança iniciado pelo ex-governador pernambucano Eduardo Campos.

“Eduardo Campos será eterno entre todos nós. Eu e Marina temos uma tarefa, de concluir o caminho que Eduardo Campos começou. O caminho da mudança. O caminho do compromisso com o povo, o compromisso de tirar o Brasil das mãos dos sanguessugas, das velhas raposas da política, e entregar esse Brasil ao povo sofrido, para junto com Marina Silva governarmos de olho naquilo que o povo quer, o povo exige e o povo determina.”

A caminhada foi o primeiro compromisso do dia de Marina na capital pernambucana. Às 18h, ela fará um pronunciamento no Clube Internacional, no Recife. A candidata do PSB não tem agenda prevista para amanhã (24).

Da Agência Brasil

Autor

Nome: Robson

E-mail: yughoo@hotmail.com